Aviso aos Acionistas Grupamento de Ações

VIVO PARTICIPAÇÕES S.A.
Companhia Aberta
CVM n° 1771-0
CNPJ/MF n° 02.558.074/0001-73
NIRE 35.3.001.587.9-2

 

AVISO AOS ACIONISTAS

Comunicamos aos Senhores Acionistas que na Assembléia Geral Extraordinária da Vivo Participações S.A. (“Companhia”) realizada em 11 de setembro de 2008, dentre outras matérias, foram aprovadas:

I - O grupamento da totalidade das ações representativas do capital social da Companhia, nos termos do art. 12 da Lei n° 6.404/76, com as seguintes características:

(i) O grupamento será efetuado na proporção de 4 (quatro) ações para 1 (uma) ação da mesma espécie, passando o capital social a ser representado por 368.519.356 ações nominativas e escriturais, sem valor nominal, sendo 134.150.345 ações ordinárias e 234.369.011 ações preferenciais;

 

(ii) O grupamento tem por objetivo:

(1) conferir melhor patamar de preços às cotações das ações representativas do capital social da Companhia;
(2) reduzir custos operacionais e aumentar a eficiência do sistema de registro de informações aos acionistas;
(3) melhorar a eficiência dos sistemas de registros, controles e divulgação de informações; e
(4) alinhar o valor por ação e ADR da Companhia aos parâmetros negociados em bolsas de valores no Brasil e em Nova Iorque.

 

(iii) Os Acionistas poderão, no período compreendido entre 12 de setembro de 2008 e 13 de outubro de 2008, a seu livre e exclusivo critério, ajustar suas posições de ações, por espécies, em lotes múltiplos de 4 (quatro) ações, mediante negociação por meio de sociedades corretoras autorizadas a operar pela Bolsa de Valores de São Paulo S.A. – BVSP (“BOVESPA”);

 

(iv) A partir de 14 de outubro de 2008, as ações representativas do capital social da Companhia passarão a ser negociadas exclusivamente grupadas;

 

(v) A venda de ações da Companhia via convênio bancário estará suspensa entre os dias 13 a 21 de outubro de 2008, inclusive;

 

(vi) A transferência de ações da Companhia em balcão, bem como os bloqueios de Ordem de Transferência de Ações (“OTA”) no Banco ABN AMRO – Real S.A. (“Banco Real”), instituição financeira depositária, para as corretoras, estarão suspensos entre os dias 13 e 21 de outubro de 2008, inclusive;

 

(vii) A venda de ações via convênio bancário, bem como a transferência de ações em balcão, já grupadas, serão realizadas a partir de 22 de outubro de 2008;

 

(viii) A partir de 27 de outubro de 2008, as frações de ações resultantes do grupamento serão somadas e colocadas à venda em sucessivos leilões na BOVESPA, até a venda da sua totalidade.

 

(ix) As frações de ações serão debitadas das posições dos acionistas, previamente à realização dos leilões, sendo o produto da venda, disponibilizado aos respectivos titulares em até 5 dias úteis após a venda do último lote da seguinte forma:

(a) Os acionistas deverão comparecer à Agência do Banco Real de sua livre escolha para receber os valores a que fizerem jus;

(b) O valor correspondente aos Acionistas cujas ações estejam custodiadas na CBLC – Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia, (adiante designada “CBLC”) será creditado diretamente à CBLC, que se encarregará de repassá-lo aos Acionistas através dos Agentes de Custódia; e

(c) Para os Acionistas cujas ações, registradas no livro de escrituração, encontram-se bloqueadas ou com o cadastro desatualizado, o valor será retido pela Companhia e mantido à disposição do respectivo Acionista, exclusivamente para pagamento, mediante apresentação, junto à qualquer agência do Banco Real, de documentação comprobatória de desbloqueio ou de identificação, conforme o caso.

 

(x) As ações a serem ofertadas no leilão nos termos do item I-(viii) acima, não foram registradas sob a Lei de Valores Mobiliários norte-americana de 1933, e alterações posteriores (o “Securities Act”) e não podem ser ofertadas ou vendidas nos Estados Unidos da América ou para qualquer U.S. Person (conforme termo definido na Regulation S sob o Securities Act), a não ser que tais ações estejam registradas nos termos do Securities Act ou caso exista uma exceção para os requerimentos de registro nos termos do Securities Act.

  Assim, a partir do dia 17 de outubro de 2008 (Effective Date nos Estados Unidos da América), cada 4 ADRs (pré-grupamento) representarão 1 ADR (pós-grupamento). A proporção entre os ADRs e ações continuará a mesma, ou seja: cada 1 (uma) ação representará 1 (um) ADR da Companhia.

 

II - A alteração do artigo 4º do Estatuto Social, quanto ao limite do capital autorizado da Companhia, devido ao grupamento de ações realizado, passando assim o limite de até 3.000.000.000 (três bilhões) de ações, para até 750.000.000 (setecentos e cinqüenta milhões) de ações, ordinárias ou preferenciais, independentemente de reforma estatutária.

São Paulo, 11 de setembro de 2008.

Ernesto Gardelliano
Diretor de Relações com Investidores
Vivo Participações S.A.

 

 

VIVO – Relações com Investidores
Tel: +55 11 7420-1172
Email: ri@vivo.com.br
Informações disponíveis: www.vivo.com.br/ri